Pau dos Ferros: ‘Herança maldita’, seca e crise econômica são os adversários de Fabrício

Pau dos Ferros tem a fama de ser uma cidade que respira política o ano inteiro. A divisão é muita clara, ou seja, há sempre uma disputa bipolarizada. Mas nos últimos três anos, o prefeito Fabrício Torquato não encontrou dificuldade em enfrentar a oposição. Na campanha de governo estadual em 2014 – quando mediu forças contra Leonardo, Fabrício saiu vitorioso, uma conquista compartilhada com o ex-prefeito e aliado Nilton Figueiredo.

De quando assumiu até hoje, o maior adversário de Fabrício tem sido mesmo o caixa debilitado, resultado da ‘herança’ deixada pelo antecessor. E se já não bastasse tamanho comprometimento das receitas com pagamento de dívidas, a gestão ainda convive com a constante queda de receita no repasse do governo federal e com as maiores crises hídrica – uma das piores secas da história, com a barragem que abastece a cidade secando, e econômica.

A favor de Fabrício há o sentimento da população que reconhece tamanhas adversidades, e não raro, observa que de alguma maneia tem se conseguido fazer muito com pouco.

Comentários (0)